Igreja da Comunhão

08 / 10 / 11 PDF Imprimir E-mail

eu_perfil"Farás também uma lâmina de ouro puro, e nela gravarás à maneira de gravuras de sinetes: Santidade ao Senhor." Êxodo 28.36

Aqui temos um impressionante capítulo da Bíblia sobre seleção. O Senhor separa para si pessoas para o serviço santo. Quem lê esse capítulo, fica impressionado pela profunda seriedade da consagração sacerdotal. Naquele tempo, o Senhor separou somente a tribo de Levi para o serviço santo. Mas agora, na nova aliança, cada renascido é rei e sacerdote: "Àquele que nos ama, e em seu sangue nos lavou dos nossos pecados, e nos fez reis e sacerdotes para Deus e seu Pai: a ele glória e poder para todo o sempre. Amém" (ERC). Quando observamos hoje a Igreja de Jesus, um terrível vácuo se desvenda diante dos nossos olhos. Muitos são convertidos – e parece que isso basta. ‘Vocês se converteram’, esta é a salvação da escravidão do Egito, da escravidão do pecado, mas onde está a profunda seriedade da separação para o serviço? Qual é o alvo e o auge do ministério? Os levitas se tornaram sacerdotes por causa do cargo que receberam? De modo nenhum! O cargo foi um meio para atingir uma finalidade: "Santidade ao Senhor." Uma pessoa com esse alvo de vida se entrega ao Senhor e se torna inteiramente Sua propriedade.

 

Extraído do livro "Pérolas Diárias" (de Wim Malgo)

Pão do Céu

Mensagem: Clique aqui

TV ONLINE

Lançamento Audio-Livro

Peça pelo telefone:

(11) 9.5076-3640

ou pelo email:

prdirceu@yahoo.com.br

Se preferir, leia:

Tradutor