Igreja da Comunhão

13/02/19 PDF Imprimir E-mail

pr_dirceu_foto_dir_-_cpia"...Tendo forma de piedade, negando-lhe, entretanto, o poder." (2 Timóteo 3.5)

Por que o crente dos nossos dias procura cada vez mais as coisas segundo sua aparência? Por que a fachada é defendida com paixão cada vez maior, enquanto a essência, aquilo que é verdadeiro e real se apaga mais e mais? E assim o engano aumenta a cada dia que passa. Isso acontece cada vez mais porque a revelação do cristo aparente, o anticristo, não está muito longe. Quanto mais andarmos na luz, em oração com a Palavra de Deus, tanto mais saberemos a diferença entre o verdadeiro e o falso, entre o que é essencial de verdade e o que é só aparência. Aquele que tem o Espírito de Deus tem o espírito da verdade; este tem a unção do Espírito e não é necessário que alguém lhe ensine. Isto quer dizer: quando essa pessoa chega a uma igreja, ela tem o discernimento para avaliar se de fato Jesus Cristo é o centro dessa igreja ou se ali se cuida apenas da aparência. Nesse contexto, quero fazer uma séria advertência: no exato momento em que ocorrer o arrebatamento, ocorrerá a separação entre o falso e o verdadeiro, entre o crente renascido e o cristão nominal. Por isso faço a pergunta: a sua crucificação interior com Jesus Cristo está sendo uma realidade no dia-a-dia?

Extraído do livro “Pérolas Diárias”(de Wim Malgo).

 

Email Pr.Dirceu

prdirceu@yahoo.com.br

Enquete

Você tem certeza da SALVAÇÃO?
 

Pão do Céu

Mensagem: Clique aqui

TV ONLINE

Lançamento Audio-Livro

Peça pelo telefone:

(11) 9.5076-3640

ou pelo email:

prdirceu@yahoo.com.br

Se preferir, leia:

Tradutor